terça-feira, 7 de maio de 2019

Sob a regência do técnico Ferreira, Tricolor da Serra estreia com vitória na série D.


                                                     foto: Wendell Rezende


O Itabaiana iniciou muito bem a sua caminhada na série D do Campeonato Brasileiro.

Num dia diferente para o futebol, a segunda-feira conseguiu juntar cerca de 1.000 espectadores no estádio Etelvino Mendonça.

E os que estavam presentes viram uma equipe totalmente diferente da que disputou o campeonato sergipano; a começar pelo comando técnico. Ferreira, de auxiliar a efetivado, mostrou uma liderança e uma sinergia muito grande com o elenco. Apesar do curtíssimo tempo para trabalhar uma equipe com mais de 80% de renovação, os jogadores em campo se desdobraram e mostraram uma garra e uma determinação incomum nos últimos tempos.

O gol de Jacobina e a vitória nos últimos minutos só veio coroar o trabalho realizado durante toda a partida. E olhe que o jogo poderia ter sido menos sofrido, haja vista que logo no início do primeiro tempo, o fraquíssimo árbitro catarinense Fernando Henrique de Medeiros Miranda, deixou de marcar um pênalti escandaloso a favor do Tremendão.

Mesmo prejudicado pela arbitragem, o Itabaiana continuou dono das ações, diferentemente do seu adversário (Aparecidense/GO) que trouxe à Itabaiana apenas o repertório de um jogo previsível, ou seja, de ligação direta com bolas rifadas para o ataque, totalmente neutralizado pelos zagueiros tricolores.

Um capítulo à parte foi a participação da torcida. Embora tenha sido um público abaixo da importância do jogo, o torcedor tricolor acreditou até o fim, sem xingamentos, reconhecendo o esforço de todos.

Questionado sobre o desempenho da equipe serrana, jogadores e técnico foram enfáticos em dizer que: " Temos um propósito. Sabemos da nossa qualidade e da nossa limitação, mas, vamos seguir em frente com muito trabalho, união e humildade".

Exatamente, humildade, união e trabalho foi o que faltou no campeonato sergipano.

O Itabaiana volta aos trabalhos na tarde de hoje e concentra todas as atenções no próximo jogo que será realizado em Juazeiro no próximo sábado.

Com a vitória, o Itabaiana assume a liderança do seu grupo.


O Itabaiana jogou e venceu com:

Weide, Renato, Berto, Hugo, David e Chiquinho; Ronald, Jacobina e Aurélio (Luan); Luiz Paulo e Zé Artur (Ila).




quarta-feira, 6 de março de 2019

Galego não é mais diretor de futebol do Itabaiana.




Durou apenas vinte dias a estada de Wilson Mendonça, o Galego, como diretor de futebol do Itabaiana.


Galego foi anunciado como diretor de futebol com a missão de apagar os incêndios internos de relacionamento e de auxiliar com seu knowhow de muita habilidade em liderar grupo de jogadores e conquistar títulos.


Apesar do pouco tempo à frente da diretoria de futebol do Tricolor da Serra, Galego conseguiu um grande feito que foi interceder junto ao prefeito de N.S. da Glória, Chico dos Correios, a liberação do belo estádio Editon Oliveira da Silva para os jogos do Itabaiana. Mérito da credibilidade que o Galego possui junto ao povo gloriense.


Atendendo a um pedido especial de sua genitora, o Galego resolveu no início da tarde de hoje (06/03) interromper sua passagem como cartola tricolor.

O Galego deixa o Itabaiana num momento muito conturbado e, mais uma vez abre a vacância no cargo mais importante de uma agremiação futebolística, depois do presidente.



Desejamos que o Galego continue a trilhar seu caminho como sempre o fez, com honestidade, sucesso e principalmente humildade e respeito para com as pessoas, atributos que tem sido cada vez mais escassos nesse meio do futebol.


Galego é vencedor!



terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Zagueiro indicado pelo técnico "chuta o balde" e pede para ir embora.




Após as liberações dos atacantes Lowback e Dieguinho, hoje foi a vez do zagueiro Sílvio pedir demissão do elenco tricolor.

Vale recordar que o jogador fora contratado como homem de confiança do técnico Luiz Carlos Cruz.

Pois bem, no último sábado quando da derrota do Itabaiana para o Boca Juniors de Cristinápolis pelo placar de 1x0, o técnico tricolor substituiu Sílvio ainda na primeira etapa, após sua equipe receber o gol.

Na saída de campo, o jogador chegou a declarar a alguns torcedores que estavam próximo ao vestiário que " para mim já deu". E deu mesmo! Na tarde de hoje, na reapresentação do elenco, sem a presença do técnico Luiz Carlos, que viajou à Santa Catarina com o consentimento da diretoria para resolver problemas particulares, o zagueiro anunciou o seu pedido de demissão.

Em menos de sete dias o Itabaiana teve três baixas no seu elenco, lembrando que a equipe serrana, de acordo com o regulamento da competição, só poderá contratar mais dois jogadores para a sequencia do Sergipão 2019, e  C'est fini.

Nem o mais o pessimista torcedor do Itabaiana poderia supor um início tão desastroso em termos de gestão no departamento de futebol do clube.

Uma coisa é mister ressaltar, não adianta agora aqueles que lutaram diuturnamente; que foram de porta em porta cooptar pessoas para não votar na chapa de oposição, ficarem pelas esquinas, bares e zaps zaps da vida detonando o presidente vencedor. Foram voces que escolheram, agora ajudem ou aguentem calados.


Enquanto eu estou escrevendo esta matéria, podem ter mais duas ou três rescisões sendo confeccionadas. Vamos aguardar as próximas horas.


Por enquanto rogo aos torcedores mais apaixonados e crédulos que caprichem nas orações, talvez só assim o glorioso Tricolor da Serra poderá sair do abismo cavado a seus pés, abismo este cavado pelos seus próprios aliados.

terça-feira, 18 de dezembro de 2018

Tricolor opta pela tranquilidade e paisagem bucólica.





Com mais uma semana cheia para treinamentos físicos, táticos e técnicos, profissionais do Tricolor da Serra, comandados pelo perspicaz Luiz Carlos Cruz, optam pela paisagem bucólica e tranquila da serra de Itabaiana.


Embora com apenas dois funcionários se desdobrando, é notória a melhoria no estado do gramado do CT da Serra, o que tem proporcionado ao Itabaiana a condição de realizar todos os treinamentos, com exceção de sexta-feira à tarde, na sua casa.

O técnico tricolor sabe que o tempo é uma adversário presente na preparação da equipe para a estreia no dia 12/01. Mesmo assim, percebe-se um clima de muita entrega por parte do elenco, fator que pode influenciar diretamente no início da competição.

O Itabaiana tem agendado três jogos amistosos antes da estreia. O primeiro acontecerá no próximo domingo na cidade de Pedrinhas, contra um selecionado local. 

Para este jogo-treino, o técnico Luiz Carlos Cruz deverá utilizar praticamente todos os jogadores que estão treinando, até porquê, nenhum deles fora inscrito ainda no Boletim de Informação Diária da CBF e, uma análise em situação real de jogo, pode definir alguns pontos para a sequencia dos registros ou não.

Os jogadores repousam amanhã pela manhã e à tarde, a partir das 15h voltam ao CT para mais uma rotina de treinamentos táticos e técnicos.

#semprefomositabaiana


Acompanhe algumas imagens captadas hoje à tarde no CT Tricolor:




























quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

Com 90% de renovação no elenco, Tricolor da Serra inicia os trabalhos para 2019.






Sob o comando técnico de Luiz Carlos Cruz, O Itabaiana iniciou na última segunda-feira os treinamentos para a temporada 2019.

Apenas alguns remanescentes como Hugo, Branco, Léo Lima e Lagamá fazem parte do elenco atual, o restante, composto por recém contratados e vários garotos da base, compõem o time que terá três competições ao longo deste ano, que são elas: Campeonato Sergipano, Copa do Brasil e Brasileiro da série D.

Além de Luiz Carlos Cruz, fazem parte da comissão técnica o jovem itabaianense Thieres como preparador físico, André Godoy como treinador de goleiros e Ferreira como auxiliar técnico, além de Marçal como massagista e Niltinho como roupeiro.

Paralelamente à disputa do Sergipão 2019, o Tremendão terá como adversário na Copa do Brasil a equipe do Paraná Clube/PR. A partida acontecerá no estadio Mendonção em Itabaiana. Em caso de vitória simples, além de avançar na competição, o Tricolor da Serra ganhará uma oxigenação financeira muito grande, 

Já o outro representante do Estado, o C.S. Sergipe, enfrentará o Goiás.


O Itabaiana estreará no campeonato sergipano no dia 12 de janeiro, onde enfrentará o Guarany no estádio Lourival Baptista em Aracaju, entretanto, antes disso, a equipe serrana fará três amistosos, são eles:

23/12 - Seleção de Pedrinhas x AOI - estádio municipal de Pedrinhas/SE

30/12 - AOI x Jaciobá/AL - estádio Etelvino Mendonça - Itabaiana/SE

05/01 - Jaciobá x AOI - estádio Elísio da Silva Maia - Pão de Açúcar/AL


Acompanhe algumas imagens do treino:

























sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Tricolor perde em casa e é eliminado.







Na tarde da última quarta-feira, a equipe do sub18 do Itabaiana acabou sendo eliminada do campeonato sergipano da categoria.

Diferentemente do que aconteceu em Boquim, o técnico Lima Paraíba errou muito nas substituições e acabou comprometendo o resultado do jogo.

O Olímpico de Itabaianinha abriu o placar logo no início, entretanto, os garotos tricolores reagiram imediatamente, empatando o jogo com Jefinho.





Ainda no primeiro tempo, o Itabaiana perdeu Natan por contusão, mas, o placar não se alterou.

Já no segundo período, após várias substituições equivocadas, a equipe serrana se perdeu completamente e os gols do adversário foram saindo com naturalidade. Final de jogo: Itabaiana 1x5 Olímpico.


Mesmo com a eliminação, tanto os atletas, como a comissão técnica comandada por Lima Paraíba, estão de parabéns, visto que, enfrentaram toda sorte de dificuldade e falta de apoio. Para se ter uma ideia, a equipe não treinou nenhuma vez no local do jogo, o campo do SESI, onde, o piso que é de grama sintética difere completamente do local onde a equipe treina no máximo duas vezes por semana, o estádio Etelvino Mendonça.

Com a eliminação, a "base" do Itabaiana pára suas atividades e retorna apenas para o campeonato sergipano sub19 que será realizado após o Sergipão de profissionais.

Mais uma vez parabenizamos a luta e a determinação dos garotos, da comissão técnica e das pessoas que buscaram dar uma condição digna para a equipe.

No futebol, como na vida, a vaidade e o ódio no coração são inimigos do sucesso. Infelizmente quem paga é a instituição e os jovens atletas que sonham com dias melhores no clube.



Acompanhe algumas imagens do jogo: