domingo, 21 de fevereiro de 2010

Itabaiana aplica a maior goleada do campeonato.




Numa noite inspirada do meia-atacante Tinho (foto 1), o Itabaiana aplicou a maior goleada do campeonato: Itabaiana 5x0 Riachuelo.
Foi um jogo extremamente fácil, onde o Itabaiana soube tirar proveito da fragilidade do adversário e ir marcando gol a gol sem muito trabalho.
O destaque ficou por conta do meia-atacante Tinho, que além de marcar três (3) vezes, foi muito aplicado em campo.Os outros gols foram de autoria de Fabinho Recife (foto 2) e Paulinho potiguar (foto 3).

Apesar da vitória incontestável e que deixou a equipe serrana em 2º lugar na classificação, observamos as mesmas deficiências do início: falta de mais um homem de pegada no meio de campo e a defesa jogando em linha, o que proporcionou algumas chances reais de gol para o Riachuelo.Talvez seja a hora do treinador Barbosa avaliar se Tião pode jogar ao lado de Maurício gaúcho ou vice-versa.Os dois são muitos técnicos e nesse futebolzinho, às vezes precisamos de um espanador, mas que tenha velocidade na recuperação.

Destaque para Glawber, que jogou como um verdadeiro ala e fez a sua melhor partida com a camisa tricolor.Também destacamos o Fábio Magrão, que toda vez que entra, deixa seus companheiros na cara do gol.

O Itabaiana está encontrando seu futebol.Um grupo homogêneo e que parece estar envolvido pelo mesmo sentimento, que é a conquista do título.
É esperado para amanhã (segunda-feira) ou terça-feira a chegada dos últimos reforços solicitados pelo técnico Barbosa (um volante de pegada forte e uma lateral que jogos nos dois lados).

Barbosa utilizou os seguintes atletas:
Érico, Glawber (Gama), Tião, Maurício gaúcho, Paulinho potiguar, Mazinho, Neném, Pedrinho, Madson (Fábio Magrão), Fabinho Recife (Lucas Dantas) e Tinho.

Um comentário:

  1. Beto , Parabéms pelo seu trabalho em favor do futebol Sergipano , antes era muito complicado
    agora os fatos estão updated , estou feliz com o Itabaiana que dá inicio a liderança do campeonato.
    Abraço. JCarlos

    ResponderExcluir

A sua opinião é livre.