quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Sub-18 do Itabaiana segue sem apoio na competição.


Muito se fala que investir nas categorias de base é a solução para qualquer equipe de futebol profissional.Só que ao contrário do que muitos pensam, esse investimento tem um custo elevado e os resultados só aparecem a médio e longo prazo.E quem vai bancar?E a torcida terá paciência em assistir sua equipe virar um saco de pancada até começar a colher os frutos?
No Itabaiana não é diferente, a equipe sub-18 tem conseguido alguns resultados expressivos, porém, nada que possa ser animador quanto ao futuro.Antes de começar a competição se falava que o atual técnico/preparador físico/supervisor Sérgio Silva, apresentaria ao Itabaiana uma parceria com alguns empresários do Sul e, pelo que me consta essa parceria ainda não vingou.
Estórias de parcerias à parte, o que está acontecendo é brincar de fazer futebol: pasmem, os garotos não foram contemplados com uma (1) bola, eu disse uma (1) bola oficial se quer para realizar os treinamentos.Devemos cobrar algum fruto desse trabalho?

Respeito muito o profissional Sérgio Silva, entretanto há um distanciamento muito grande do diretor ou dos diretores que firmaram e acreditaram nessa suposta parceria, com a realidade cruel dos "meninos" do Tricolor da Serra.Talvez até o professor tenha sido enganado, mas é preciso transparência com a coisa pública e o Itabaiana é de interesse público.
Sabemos que, mesmo revelando grandes jogadores para o futebol sergipano, o Itabaiana nunca deu a atenção necessária às categorias inferiores.O Sr. José Queiroz - grande responsável por tudo que o Itabaiana conquistou ao longo de sua história - tinha verdadeira ojeriza pela garotada.O futebol profissional sempre foi o foco principal e será muito dificil mudar essa mentalidade tacanha do imediatismo.

Onde estão os empresários que investiriam nas categorias de base do Itabaiana?Quem souber, me avise!

Um comentário:

  1. Prezado Beto,

    Belo comentário. Já fui juvenil do Itabaiana, no século passado, no tempo de Miguel de Rôla.
    Só um reparo, nem tudo que o Itabaiana conquistou deveu-se a Zé Queiroz, pelo menos o título de 1969, a maior contribuição foi de Dr. Pedro Garcia Moreno.
    Entretanto, reconheço a histórica contribuição de Zé Queiroz.
    Diga-se de passagem, está fazendo a maior falta na atualidade.

    Antonio Samarone

    ResponderExcluir

A sua opinião é livre.