domingo, 24 de abril de 2011

Itabaiana dá vexame em Porto da Folha e diretor renuncia.

O Itabaiana continua sem vencer no campeonato sergipano e, desta vez foi pior, perdeu para o Guarany de Porto da Folha pelo placar de 1x0. Com a derrota, além de ocupar a última colocação no seu grupo, começa a visualizar o fantasma do rebaixamento.

Alguns jogadores do Tricolor voltaram  a apresentar a mesma falta de comprometimento e profissionalismo, o que deixou o diretor de futebol Adaílton Sousa furioso. "Prefiro deixar esse meio de gente falsa. Pensei que o segmento político fosse o pior, mas infelizmente vejo que o mundo do futebol não foi feito para pessoas decentes. Com raríssimas exceções, só me deparei com pessoas inescrupulosas, dissimuladas e cretinas. Deixo o Itabaiana de cabeça erguida e com minha consciência limpa de que tentei fazer o melhor, confiei em pessoas que jamais poderia confiar. Peço desculpa à nação tricolor por não ter conseguido fazer do Itabaiana o campeão sergipano.Por mais de três vezes tentei renunciar, mas fui demovido pelos pedidos de Amilton Gomes e Beleleu, pelos quais, tenho muita estima. Dessa vez não tem volta. Vi o semblante de felicidade da minha esposa e da mãe quando comuniquei a decisão. É uma pena que a maioria dos jogadores de futebol gostem de trabalhar com dirigentes desonestos e inadimplentes, são por pessoas assim que eles dão sangue e suor dentro de campo", desabafou Adaílton, hoje, ex diretor de futebol do Itabaiana.

Neste rol de classe de profissionais medíocres, infelizmente insiro a minha classe de radialista. Ô povinho invejoso e mal caráter, na sua grande maioria.

O Itabaiana ainda falta realizar três jogos, dois dentro de casa (Confiança e América) e um fora contra  o São Domingos. Na reapresentação que acontece amanhã às 8:30 no estádio Médici, esperamos que haja novidades no que se refere a atitude da direção e comissão técnica.

Adaílton Sousa ao lado do seu filho Bryon
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A sua opinião é livre.