domingo, 25 de setembro de 2011

Futebol: Seguidores de Ricardo Teixeira começam a ser desmascarados.



Se essa moda pega!

Acompanhe na íntegra, matéria que trata do afastamento do presidente e de toda a diretoria da Federação Maranhense de Futebol, por improbidade administrativa e outras "cositas mas".

Não esqueça o captopril!


Justiça afasta toda a diretoria da Federação Maranhense
Presidente da FMF, Alberto Ferreira, é acusado de irregularidades na entidade.
Futebolnahora.com



No início da tarde desta sexta-feira (23), o TJ-MA concedeu liminar afastando toda a diretoria da Federação Maranhense de Futebol. O presidente Alberto Ferreira e os quatro vices da entidade são investigados por supostas fraudes.

Há dois meses a promotora Lítia Cavalcante deu início à uma investigação detalhada sobre as irregularidades na Federação Maranhense de Futebol (FMF), a qual Alberto Ferreira preside há 20 anos, recém-completados em maio deste ano. Durante a fase de depoimentos, várias contradições foram constatadas, principalmente no que diz a respeito do balanço financeiro.

Segundo o balanço divulgado pela FMF, a entidade havia recebido menos de R$ 500mil da CBF no biênio 2009-2010. Mas a CBF enviou comprovantes para o MP-MA, comprovando o repasse de quase R$ 1,2milhões para a entidade.

Além disso, em depoimentos, o presidente do JV Lideral, Walter Lira, declarou que R$ 90 mil pagos para publicidade à entidade e que deveriam ser repassados aos clubes, nunca saíram da FMF. Outros R$ 180mil, repassados pela AMA Clubes também nunca foram repassados aos clubes.

Durante todo o processo, Alberto Ferreira dizia que o MP não tinha autoridade para investigar a FMF. Com todos os depoimentos recolhidos, Lítia Cavalcante encaminhou o processo para o TJ, que incumbiu o juiz Josemar Santos, responsável pela 1ª Vara Cível, pelo julgamento.

Na decisão do juiz, divulgada no início da tarde desta sexta-feira, foi decidido pelo afastamento de toda a diretoria da FMF. Além disso, o presidente do TJD-MA, Antônio Américo Raposo será o interventor por seis meses, período para a realização das novas eleições.



Veja a decisão da Justiça:

[...] ISSO POSTO e, por tudo mais que dos autos consta, DEFIRO A LIMINAR inaudita altera partes, nos termos da inicial contra a FEDERAÇÃO MARANHENSE DE FUTEBOL e CARLOS ALBERTO FERREIRA e, em consequência, AFASTO CAUTELARMENTE a Diretoria da Federação Maranhense de Futebol e NOMEIO INTERVENTOR o Presidente do Tribunal da Justiça Desportiva do Estado do Maranhão, Dr. ANTONIO AMÉRICO LOBATO GONÇALVES, advogado, com endereço conhecido da Secretaria da Vara, para assumir a Administração da Federação Maranhense de Futebol (FMF), mediante compromisso perante este Juízo, de fielmente desempenhar suas funções. A intervenção terá a duração de 06 (seis) meses, devendo o interventor adotar todas as providências que tenham por objetivo sanar a administração da entidade, com a incumbência precípua de convocar eleições para preencher os quadros da Administração da FMF, a se realizarem após a conclusão das atividades esportivas em andamento. AINDA LIMINARMENTE, determino a busca e apreensão de todos os objetos, documentos, papéis de qualquer natureza, livros comerciais, computadores e arquivos magnéticos relacionados aos fatos narrados na petição inicial, cuja diligência deverá ser realizada na sede da Federação Maranhense de Futebol, bem como na residência dos Srs. Carlos Alberto Ferreira, Emanuel de Jesus dos Santos Sousa e Josafá Lopes do Nascimento e Jorge Ferreira, nos endereços mencionados na inicial, inclusive com arrombamento de portas, móveis e cofres, em caso de resistência de quem quer que seja (CPC, arts. 838 e 842), com auxílio da força policial, se necessário, expedindo-se, para tanto, o competente mandado. Citem-se os demandados, para, querendo, contestarem a presente ação, sob pena de revelia, advertências dos arts. 285 e 319 do Código de Processo Civil, expedindo-se o respectivo mandado. Desta decisão, dê-se ciência ao Ministério Público, à Confederação Brasileira de Desportos e às Secretarias Estadual e Municipal de Desporto e Lazer. INTIMAÇÕES DE LEI. CUMPRA-SE. São Luís, 23 de setembro de 2011. Josemar Lopes Santos Juiz de Direito Resp: 108126.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A sua opinião é livre.