segunda-feira, 19 de março de 2012

Futsal de casa nova.



A partir de hoje, as transmissões de futsal através de emissora de Rádio, tem um novo espaço. A Rádio Educadora de Frei Paulo abraçou a ideia e, hoje às 20h estreia uma nova era na programação esportiva da emissora, transmitindo com exclusividade o jogo entre Itabi x Glória pela terceira fase da Copa da TV.

Há dez anos que o narrador Leal Júnior, garbosamente, encarou o desafio de levar o futsal aos quatro campos do país, divulgando, sobretudo, o futsal sergipano através da Rádio Jornal, mas, que por motivos de emulação interna e que excluem o diretor da emissora, o Sr. Augusto Júnior, agravaram-se nos últimos dois anos, principalmente após a cobertura do Mundial FIFA de Futsal realizado em 2008 em Brasilia e Rio de Janeiro.

Sobre sua saída da Rádio Jornal, Leal Júnior nos prestou uma entrevista bastante esclarecedora, acompanhe:

BLOG - Qual o real motivo da sua saída da Rádio Jornal?

LJ  - Primeiro quero agradecer a confiança e o carinho que o diretor Augusto Júnior sempre demonstrou ter pelo meu trabalho. Acontece que, há algum tempo tenho observado que alguns poucos companheiros de emissora, principalmente Carlos Magalhães e Wilson Tavares, têm feito um boicote feroz e sistemático em relação a minha pessoa, afetando decisivamente nas transmissões do futsal, pelo simples fato da cobiça, inclusive, prejudicando por demais na captação de novos parceiros e dificultando a renovação dos contratatos já existentes.
Por incontáveis vezes, tivemos que entrar no ar com cinco ou seis minutos de bola rolando, demonstração clara de falta de respeito, com a equipe esportiva e, principalmente com os ouvintes.
Tentei por duas vezes deixar a emissora, mas, sempre voltei atrás por respeito e consideração a Augusto Júnior. Entendo a situação do diretor, não quero jamais colocá-lo em situação dificil com outros profissionais que se dizem proprietários do esporte da Rádio Jornal.
Deixo agora a Rádio Jornal com a consciencia de que sempre dei o meu melhor para o engrandecimento do futsal na emissora. Também, saio de cabeça erguida e pela porta da frente, pois, nunca lesei o departamento financeiro da emissora, nem tampouco cliente algum.
Ao longo desses últimos sete anos, tive a satisfação de encontrar um profissional excepcional e um parceiro para todas as horas que é o repórter Beto Silveira.
O espaço está aberto para todos, para os que trabalham, para os preguiçosos, para os idôneos e inidôneos, ou seja, quem tem competência se consolida no mercado, sempre sem passar por cima de ninguém e sem desejar mal ao próximo.

BLOG - Por que a escolha da Rádio Educadora de Frei Paulo?

LJ  - O primeiro ponto foi a receptividade do proprietário e do diretor da emissora. Nos proporcionou um respeito muito grande e a garantia que as nossas transmissões terão prioridade nos horários determinados, coisa que há muito tempo não temos. Além do mais, as ondas sonoras da Educadora penetra muito bem em todo o agreste e sertão sergipano, públicos alvos do nosso trabalho. Sem contar com endereço eletrônico http://www.radioeducadoradefreipaulo.com.br/.  
Na nova casa, continuaremos contando com os companheiros de longas jornadas Beto Silveira e Evandro Noronha.
Estamos ansiosos para começar esse novo desafio, mas sempre sob a proteção de Deus, com muito trabalho e respeito a todos.
Tenho um trabalho consolidado no Brasil e agradeço pela confiança dos nossos patrocinadores e dos amantes do futsal , que sempre nos acompanha onde quer que estejamos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A sua opinião é livre.