domingo, 27 de janeiro de 2013

Tricolor mais vivo do que nunca na Copa do Nordeste.



O Tricolor da Serra conseguiu ontem no estádio Presidente Médici, sua primeira vitória no grupo A da Copa do Nordeste. O adversário, ABC de Natal/RN, não foi capaz de neutralizar as jogadas ofensivas da equipe serrana, aliás, se não fosse pelas defesas milagrosas do goleiro Andrey, os potiguares poderiam ter deixado o campo sofrendo uma goleada histórica. 

Diferentemente dos outros jogos, o Itabaiana começou arrasador. Aos sete minutos, após uma jogada do meia Júnior, André recebeu a bola na entrada da área e de perna direita mandou no cantinho do goleiro Andrey que se esforçou, mas não conseguiu evitar o primeiro gol tricolor. Mesmo na frente do placar, o técnico Freitas Nascimento pedia insistentemente para que seus jogadores continuassem buscando o segundo gol, coisa que aconteceu dezoito minutos após. Aos vinte e cinco, Júnior sofreu uma falta pelo lado esquerdo; André fez a cobrança e o zagueiro capitão Celso desviou de pé esquerdo, gol do Itabaiana.
Com o segundo gol Tricolor, a equipe do ABC entrou em pânico e, para piorar a situação, o jogador Bileu agrediu Diego Silva na frente do árbitro e recebeu cartão vermelho. Com um jogador a menos, o técnico Givanildo Oliveira posicionou sua equipe de modo que não sofresse um terceiro gol ainda no primeiro tempo de jogo.




Quando todos esperavam que as coisas ficariam mais fáceis para o Tremendão, eis que surge a figura do árbitro alagoano Francisco Carlos do Nascimento que, para compensar a expulsão do jogador abecedista, inventou um pênalti aos trinta e seis minutos. Raul cobrou e diminuiu. Itabaiana 2x1.

No segundo tempo, após as duas alterações por contusão ( Diego Silva em lugar de Eduardo Rato e Nilson em lugar de Raulino), o Itabaiana continuou pressionando; os atacantes chegavam com muita facilidade ao gol adversário, mas paravam nas mãos do goleiro Andrey. Somente aos quarenta minutos, em mais um cruzamento do meia André, Diego Silva subiu mais que a zaga e de cabeça fechou o placar: Itabaiana 3x1.
Com a vitória, o Itabaiana agora soma quatro pontos ganhos e vê a classificação no grupo da "morte" como uma possibilidade real.


O Itabaiana retorna aos treinamentos na tarde dessa segunda-feira, trabalha nos dois períodos na terça e viaja nas primeiras horas da quarta-feira à Natal, onde na quinta às 19h15 enfrenta o ABC no estádio Maria Lamas Farache, o "frasqueirão". 
Sobre o jogo, o técnico Freitas Nascimento disse: " não é hora de euforia. Poderíamos estar bem melhor na tábua de classificação pelo futebol que apresentamos nas três partidas. O ABC é uma equipe muito qualificada, muito além da nossa realidade financeira e é comandada por um excelente técnico, portanto, temos que traçar um plano de jogo eficiente para a quinta-feira. Nos últimos quatro jogos - um amistoso e três oficiais - só pegamos pedreira. Foram três equipes da série B e uma da série A do campeonato brasileiro, evidenciando com isso a qualidade do nosso grupo. Vamos à Natal jogar futebol. Vamos jogar da mesma forma, sempre buscando o gol; não existe essa de ficar todo retraído. Demonstramos nossa qualidade e temos futebol para vencer também no Frasqueirão", finalizou o técnico Tricolor.



Freitas Nascimento utilizou os seguintes jogadores:
Sérvulo, André Nunes, Silvio, Celso e Nininho; Raulino (Nilson), Edson, Júnior (David) e André; Eduardo Rato (Diego Silva) e Thiago Furlan.

Givanildo Oliveira utilizou os seguintes jogadores:
Andrey, Renato, Flávio Boaventura, Vinicius e Jeff Silva (Esquerdinha); Hamilton, Walter Minhoca (Erivelton), Bileu e Raul; Rodrigo Silva e Vanderlei.

A arbitragem ficou por conta do trio alagoano:
Francisco Carlos do Nascimento, auxiliado por Pedro J. Santos e Araújo e Esdras Mariano de Lima.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

A sua opinião é livre.