terça-feira, 6 de agosto de 2013

Jogador que foi campeão pelo Itabaiana, faz testes no Sergipe.

                                              foto: Felipe Martins (globoesporte.com/se)


A cada dia que passa, a vida nos mostra que a humildade é um dos mecanismos insdispensáveis para o sucesso. 
Confesso que fiquei perplexo quando vi a reportagem com o lateral esquerdo Edinho, que a bem pouco tempo foi considerado um dos protagonistas do título de campeão do Itabaiana em 2012, agora fazendo testes no Sergipe.

Isto só vem confirmar o que eu tenho dito ao longo desses último seis anos: muitos dos jogadores aqui do nosso futebol, joga em outras equipes, às vezes até pela "bóia"; outros por um salário mínimo, quando recebem; em alguns casos, nem comida tem, entretanto, ao serem convidados a jogar no Itabaiana, fazem propostas financeiras descabidas e totalmente fora da realidade.
Em conversa com um grande amigo meu, ex-jogador, perguntei uma vez por que eles pedem tão alto para jogar no Tricolor da Serra, então ele me respondeu: " pedem alto pra não vir, Beto; muito são pipoqueiros, jogadores medíocres que não suportam a pressão da torcida e da imprensa. Então o que eles pensam, vou pedir alto porque se eu receber dois meses e for mandado embora, dá pra eu me virar com o dinheiro que eu já recebí".

Desejo que Edinho seja aprovado no período de testes, pois trata-se de um bom jogador e um bom caráter, porém, deixo aqui a minha dica: a carreira de um jogador não resume a um som de carro incendiado.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

A sua opinião é livre.