quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Agora é oficial: O encanto acabou.



De acordo com o presidente Edivaldo Lima, após seis anos sendo o maior patrocinador da Associação Olímpica de Itabaiana, o empresário Luiz Carlos Santana, mais conhecido como Beleleu, anunciou de forma oficial o fim da parceria com a equipe serrana. 
Na verdade, nunca houve uma parceria de fato e de direito, o que houve mesmo foi o chamado "paitrocínio", pois, o empresário, com suas doações mensais e em muitos casos, semanais, sempre demonstrou um carinho muito grande pelo Itabaiana. Pelo que se sabe, o retorno das suas investidas financeiras no clube resultaram no reconhecimento a nível estadual como empresário muito bem sucedido e  como grande torcedor abnegado da equipe das três cores mais importantes do futebol sergipano.

Sobre o episódio, o presidente Edivaldo Lima disse a este blog:

"Lamentamos muito o posicionamento de Beleleu, mas por outro lado entendemos como perfeitamente normal a sua atitude, haja vista que, como empresário bem sucedido que é, sabe como ninguém a hora certa de seguir em frente ou recuar de um projeto. Eu e os colegas diretores tentamos demovê-lo de todas as formas da ideia, todavia, não logramos êxito. Cheguei até a colocar meu cargo de presidente à disposição, entendimento que foi prontamente rechaçado pelo próprio Beleleu.
Esta notícia nos pegou, numa linguagem chula, de calças curtas, financeiramente falando, justamente no momento que estamos necessitando do total e irrestrito apoio da comunidade itabaianense. Estamos mantendo duas categorias de base (sub-17) e a sub-19 que se prepara para disputar a maior competição do mundo na categoria, que é a Copa São Paulo de Futebol Júnior, e as dificuldades são imagináveis.
O lado positivo disso tudo é que, um dia inexoravelmente isto iria acontecer e, como diz o jargão popular "dificuldade se vence com trabalho". Esse momento crítico fez com que alguns torcedores e conselheiros se aproximassem mais um pouco do Clube, vivenciando na prática o quão é difícil formar e manter uma equipe de futebol.
Estamos às portas de mais um campeonato sergipano de profissionais e, ratifico o que tenho dito desde o fim da temporada 2013, o Itabaiana não vai fazer loucura, vai formar uma equipe de acordo com a sua realidade.
Aproveito este espaço que goza de grande credibilidade e visibilidade, para convocar todos os torcedores do Itabaiana; do mais simplório ao mais abastardo financeiramente; do desempregado ao Prefeito da cidade; este é o momento de mostrarmos que somos fortes, que temos a maior torcida do Estado de Sergipe. Independente de todos os problemas financeiros, quem vier trabalhar no Itabaiana terá que ter em mente que o nosso amado Tricolor da Serra nunca entrou e nunca entrará numa competição apenas como mero coadjuvante.
Unidos, seremos quase imbatíveis; fracionados, seremos sempre frágeis. Pra cima deles Tricolor!"

Há quem diga que esta situação pode vir a reversível e que o empresário Beleleu reconsidere a sua decisão. 
Será? É aguardar pra ver.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A sua opinião é livre.