sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Arbitragem tendenciosa elimina UFS dos JUB's 2013.



A equipe da UFS/SE foi eleminada dos JUB's (Jogos Universitarios Brasileiros) 2013 que está sendo realizado em Uberlândia/MG. A equipe comandada pelo técnico Reginaldo Ramos precisava apenas de um empate para seguir na competição e, para melhorar ainda mais as coisas, conseguiu sair na frente do placar com um gol de Rafael Vasconcelos. Após marcar o gol, houve uma certa acomodação da equipe, e o castigo veio ainda na primeira etapa com o empate dos brasilienses. Final de 1º tempo: UFS/SE 1x1 UNB/DF.




As equipes voltaram para a segunda etapa dispostas a resolver logo o jogo, e eis que entra em cena a figura do árbitro que, visivelmente incomodado com a possível eliminação da Universidade de Brasília, adotou a postura de parar literalmente a garotada da UFS. Só existia falta a favor do time da capital federal; ao menor esboço de contestação, os sergipanos eram logo advertidos severamente.
E, aos 40 minutos do segundo tempo aconteceu o inevitável, gol da UNB e um ufa! de alívio por parte da arbitragem. Deu o que eles queriam. Lembrando ainda que a UFS/SE teve um gol escandalosamente mal anulado. Fim de jogo: Arbitragem, ou melhor, UNB/DF 2x1 UFS/SE.




Deve ser por essas e outras que várias instituições do nordeste estão deixando de participar dessa competição que já teve status de olimpíadas.

Se não bastasse a falta de apoio da própria instuição (UFS) e das autoridades locais, os jovens universitários ainda tiveram que conviver com uma viagem desconfortável e altamente perigosa, espremidos dentro de uma vã.



Ao final do jogo, o técnico Reginaldo Ramos se mostrou revoltado com a arbitragem, mas também ressaltou o empenho dos garotos: " na verdade eles são uns heróis; não temos estrutura nenhuma e mesmo assim, eles dignificaram a instuição UFS e o nosso estado de Sergipe. Pelo que vi, e pela qualidade da minha equipe, poderíamos muito bem estar disputando a fase final da competição. Mas o futebol sempre nos prega surpresas boas e desagradáveis. Estamos conscientes que demos o nosso melhor. Que Deus nos conduza em paz de volta às nossas casas. O ano que vem, tem mais; quem sabe com um pouco mais apoio", finalizou o técnico sergipano.

fotos: CBDU (Confederação Brasileira de Desporto Universitário)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A sua opinião é livre.