sábado, 6 de dezembro de 2014

Tempo de incertezas.



Com a proximidade do início do campeonato sergipano de futebol 2015, cresce a expectativa em relação a formação do elenco tricolor.

A direção do Itabaiana se mostra irredutível quanto a valorização e utilização dos garotos sub-19 como alternativa para esses dias de "vacas magras".

Nos últimos dois anos o Tricolor da Serra foi exemplo de como não fazer futebol profissional, ou seja, inchou o elenco com jogadores "meia-boca" e que não acrescentaram nada, pelo contrário, colocaram a equipe no fundo do poço em termos financeiros e de credibilidade.

Somente após os insucessos, Direção e Conselho Administrativo chegaram a uma conclusão óbvia e clichê: a solução está na valorização e manutenção de uma categoria de base forte. Até aí tudo bem. Nunca é tarde para recomeçar.

Além dos garotos sub-19, fala-se muito em renovação da mentalidade de contratação. Será mesmo? O que o Itabaiana apresentará de novo? 

O anúncio de Vavilson dos Santos como o novo comandante técnico é, por enquanto, a grande novidade para a próxima temporada. E aí eu pergunto:

- O técnico Vavilson dos Santos já foi consultado para saber de que maneira pretende trabalhar a equipe? 

- Estes jogadores mais experientes que estão sendo contactados vão agregar o quê? O que eles tem de novo para oferecer ao Itabaiana?

- O gerente de futebol Leandro Brandão indicou algum nome para compor o novo elenco, ou será mais uma vez preterido como aconteceu este ano?

- O Itabaiana colocará mesmo os jovens pra jogar, ou na primeira derrota trarão um caminhão de jogadores?


Como minha vovó D. Marcinha já dizia que "manda quem pode, obedece quem precisa" é sempre uma realidade, eu vou pagar pra ver esses "meninos" serem utilizados até o fim da temporada, não pela vontade da diretoria, mas pelo poder do sistema.
Aguardemos então.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A sua opinião é livre.