segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Copa do Nordeste: Tricolor é eliminado nos pênaltis.





Em partida realizada no último sábado na Arena Pernambuco, e transmitida direto e ao vivo pela emissora Capital do Agreste Am e Fm com Leal Júnior, Beto Silveira e Evandro Noronha, o Itabaiana acabou sendo eliminado na seletiva da Copa do Nordeste, ao ser derrotado nos pênaltis pela fraca equipe do Náutico.


O jogo:

Igualmente como acontecera na primeira partida no seu estádio, o Tricolor da Serra, embora sem objetividade, manteve o maior volume do jogo, entretanto, não soube mais uma vez tirar proveito da péssima qualidade do seu adversário e, sucumbiu nas penalidades máximas após mais um medíocre 0x0.


Os goleiros Weide Andrade (Itabaiana) e Jeferson (Náutico) foram os grandes protagonistas nos dois jogos.

Destacamos também a grande atuação do volante Mika, e dos dois zagueiros Ramon e Diego Bispo, por parte da equipe serrana.


As substituições por contusão de três jogadores do Itabaiana (Carlos Henrique, Paulinho Macaíba e Moisés) acabaram enfraquecendo ainda mais o poder de ofensividade do Tricolor, ficando apenas para o atacante Douglas, a dura tarefa de resolver um jogo, onde, na sua equipe não houve diálogo entre meio de campo e ataque.


Com mais este empate em zero a zero, agora já são mais de trezentos e sessenta minutos sem o Itabaiana balançar as redes adversárias, porém, evidencia que o setor mais sólido da equipe é o defensivo.


Com a eliminação nos pênaltis, o Itabaiana não participará da fase de grupos da Copa do Nordeste 2018 e, deixará de embolsar mais de r$ 500.000,00 em cotas de participação na referida Copa.


Efetuaram as cobranças dos pênaltis com acerto: Mika, Salatiel, Eduardo e Ramon. 

Desperdiçaram: Léo Lima, Juninho e Douglas.

Abro um parêntese para este último que, mesmo visivelmente extenuado pela luta nos noventa minutos, não pipocou e se colocou à disposição para fazer a sexta cobrança nos pênaltis, diferentemente de alguns outros que se omitiram de contribuir com sua equipe.


Weide fez sua parte e ainda defendeu duas penalidades, mas infelizmente não foi o bastante para dar a classificação à sua equipe.


É um início de ano meio conturbado nas hostis tricolores, todavia, após quatro jogos realizados, tanto a diretoria - hoje resumida apenas a dois membros - como o próprio técnico Gilberto Pereira, já possui elementos ponderáveis para definir quem tem condição técnica e comprometimento para continuar por aqui.


Ainda há tempo hábil para ajustar o que estiver fora do lugar, pois, de acordo com exemplos amargos de teimosia e vaidade de temporadas passadas, hoje o Itabaiana amarga um bi vice campeonato estadual e uma perda de acesso à série C do campeonato brasileiro.



O técnico Gilberto Pereira utilizou os seguintes jogadores:

Weide, Carlos Henrique (Euzébio), Diego Bispo, Ramon e Juninho; Mika, Eduardo e Bida; Paulinho Macaíba (Moisés) (Salatiel), Douglas e Léo Lima.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

A sua opinião é livre.